Qual a diferença entre semijoias e joias?

Se existe algo com o qual as mulheres não sobreviveriam sem, são os acessórios. Echarpes, brincos, colares, pulseiras, enfeites de cabelo, cada um desses itens podem ser o responsável por abrilhantar de vez o seu look final.

Quando falamos especificamente de joias, sabemos que existe um vasto mercado onde pode-se encontrar qualquer item que se espera, mas há algumas diferenças que podem pesar na decisão final no momento da escolha.

Neste post vamos falar um pouco sobre cada tipo, para que saiba bem o que quer no momento que você for as compras.

Sobre as joias

As joias são as mais caras, porém também são as que mais duram e que podem ser utilizadas como forma de investimento.

Elas são feitas de metais preciosos, como prata ou ouro e são adornadas por diamantes, rubis, esmeraldas, pérolas, enfim, pedras raras e difíceis de serem manuseadas, o que exige um processo de manufaturação bem complexo e caro também, o que acaba inviabilizando a variação, por exemplo.

Sobre as semijoias

Trabalhadas em materiais não tão caros, porém resistentes se bem cuidadas, elas são versáteis, bonitas e acessíveis.

Podem ser feitas de latão, inox, bronze e algumas vezes até de prata. Após a sua produção elas são banhadas ou folhadas em metal nobre, o que dará a ela um aspecto de joia.

Dificilmente pode-se distinguir uma da outra! Elas duram bastante tempo se bem cuidadas, sem contar que existe a vantagem de se poder variar muito mais! Ao optar pelas semijoias, podemos ter o glamour das joias por um preço bem mais acessível, o que compensa o investimento.

View this post on Instagram

www.priacessorios.com.br

A post shared by Pri Schiavinato (@prischiavinato) on

Folheadas ou banhadas?

Entre uma e outra, sugerimos as folhadas, pois quando banhadas, as semijoias são mergulhadas em apenas uma camada de metal precioso, já as folhadas passam por este processo várias vezes, tornando-as mais bonitas e autênticas.

As banhadas podem escurecer e perder seu brilho conforme o tempo for passando.

Como armazenar e cuidar de suas joias e semijoias?

Diferente de como se produzem, o método de conservação deve ser o mesmo independente de sua joia ser maciça ou não.

Ao contrário de como estão acostumadas, guardar as joias em porta joias não é a forma mais eficiente, já que o atrito entre elas pode diminuir a sua vida útil. A forma correta seria guarda-los em saquinhos individualmente.

Polir demais também pode ser prejudicial, assim como expô-las a luz do sol, produtos de beleza, água da piscina ou do mar. A durabilidade de suas semijoias só vai depender da maneira como você cuidará delas.

Acesse o site da Pri Schiavinato e confira as novidades dessa coleção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *