NYFW: Principais desfiles

Nos últimos dias aconteceu a Semana de Moda de Nova York, focados na coleção de inverno 2018, grandes nomes da indústria da moda ditaram os rumos das tendências para o ano.

Primeiro dia: 10/02

Calvin Klein

O desfile da Calvin Klein, que agora é liderada por Raf Simon’s, foi bem sóbrio. Com uma paleta de cores e cortes clássicos, a coleção saiu como o esperado para quem conhece a marca, tudo bem minimalista. Mas, o desfile recebeu destaque por não usar nenhuma famosa ou influenciadora, o que foi bem positivo para a empresa que, há algum tempo, foi criticada por possuir apenas modelos com a mesma aparência.

Segundo dia: 11/02

Jason Wu

O estilista Jason Wu realizou um desfile com tons mais escuros e cortes assimétricos, mas, mesmo assim, cheio de feminilidade. Destaque para os brincos que também acompanharam a assimetria, sendo um modelo diferente em cada orelha.

Terceiro dia: 12/02

Alexander Wang

O estilista Alexander Wang fez um desfile usando variações da cor preta e apostou muito nas sobreposições, além de muito couro e máxi colares, toda a coleção possui referências ao estilo punk.

Jeremy Scott

Jeremy Scott sempre traz referências ao universo pop em suas coleções, e nessa não poderia ser diferente, pois ele teve como inspiração vários ícones, desde Jesus até Elvis Presley. Como em muitos outros desfiles as sobreposições foram destaque, nesse elas também tiveram grande importância. Além do tecido veludo molhado que está super em alta.

Quarto dia: 13/02

Carolina Herrera

O desfile da estilista Carolina Herrera foi destaque por possuir diversos estilos em uma só coleção, as peças de roupa iam desde algo que remetia à um uniforme escolar até um vestido digno da realeza. Todos essas variações foram feitas com cortes e cores clássicas, com pouca extravagância. O legal dessa coleção é que podemos facilmente perceber o estilo pessoal de Carolina nas peças.

Zadig Et Voltaire

A coleção de Zadig Et Voltaire teve forte influência do estilo urbano e uma paleta de cores bem definida. A  estilista da coleção disse que “Eu estive imaginando a mulher parisiense pegando a energia descolada da mulher de Nova York,” Bönström contou a revista Vogue. O desfile teve grande influência das sobreposições e teve grande presença de algumas tendências, como: militar, couro e tricôs.

Quinto dia: 14/02

Oscar De La Renta

O desfile da marca Oscar de La Renta foi um dos grandes destaques da NYFW, com silhuetas bem definidas e uma paleta de cores vivas, a marca conseguiu trazer tanto peças levemente sensuais quanto doces e femininas. O veludo foi um dos pontos altos da coleção, e é um tecido que promete ficar mais um ano no gosto de todos.

Coach

O desfile da Coach, ao nosso ver, foi um dos que mais levaram estampas para a passarela. Inspirados pelo western americano e a cultura pop, a coleção estava repleta de casacos oversized com pele de carneiro e patches, vestidos com estampas florais, cereja, renda e lantejoulas. Os acessórios, no caso das bolsas, foram mais minimalistas, entretanto, os sapatos chamaram mais a atenção pela flatform.

Sexto dia: 15/02

Michael Kors

A nova coleção de Michael Kors nos trouxe diversas opções dentro do conceito “American Style”, com muitos casacos de pele e sobreposições. O desfile foi destaque pelo número de modelos consagradas na passarela, como Isabeli Fontana, Edie Campbell, Ashley Graham, Bella Hadid e Kendall Jenner que fechou o show com um lindo vestido. As principais tendências abordadas nessa coleção foram, claramente, os tecidos com pelos e os looks monocromáticos.

 Marchesa

Marchesa é conhecida pelos vestidos de festa, extremamente luxuosos e femininos e, nessa coleção, não poderia ser diferente. A marca trouxe para as passarelas peças altamente elaboradas, dignas de qualquer estrela de cinema, cheias de brilhos, franjas e volume.

Ralph Lauren

Alinhando o clássico com o moderno, a marca Ralph Lauren trouxe uma coleção única e de estilo bem definido. Com tecidos fluídos e uma paleta de cores definida entre o nude e suas variações, o desfile foi destaque na mídia internacional. Além dessas características, a coleção teve a presença de acessórios nada discretos, como máxi colares e brincos, principalmente na cor dourada.

Sétimo dia: 16/02

Marc Jacobs

O desfile de Marc Jacobs teve uma característica em todos os looks: sobreposições. Além disso,  o estilista focou nos casacos com detalhes ou inteiros de pele, chapéus extravagantes, vestidos curtinhos e uma paleta de cores neutras e escuras. A coleção teve como inspiração o estilo musical Hip Hop com roupas streetwear, segundo Marc: “Há alguns meses, eu assisti à série Hip Hop Evolution, que fala sobre o movimento cultural que redefiniu a linguagem da música e que abriu espaço para toda uma nova linguagem de estilo.Essa coleção é um gesto e reconhecimento do meu respeito por uma geração que sempre será a fundação do street style da cultura jovem”.

Com o desfile de Marc Jacobs encerramos esse post sobre os principais desfiles da NYFW. Acredito que nessa edição tivemos tendências muito claras, como: sobreposições, veludos, streetwear, tons escuros, patches, máxi acessórios e muita pele de carneiro.